Friday, May 25, 2007

The beginning of the end - Parte 1


Ora bem, julgo estar em falta para com o prezado público uma vez que ainda não me dei ao trabalho de postar aqui, neste magnânimo blog, as histórias hilárias do meu/nosso fim-de-semana fodível no Acampamento Cigano...
Começarei pois pelo início ( what else??.. duhh) e espero que as outras partes sejam compostas pelos escritos dos meus compinchas de escrita e companheiros de boa-ventura e copada!! Tal e qual 3 moscãoteiros!! Hurray!!

Ora, para não variar muito, só saimos de nossa casa já uns minutos largos passavam das 19h... A muito custo, Jéssica Sóraya e eu arrastamos a nossa parafernália de tralha cá para fora, coisa à pobre mesmo, sacos de plástico, tachos a tenir, rádio, lâmpadas e cabos, colchão XL fodibilíssimo (tanto gozaram e fomos nós que melhor dormimos!!! maravilhoso!!), cobertor, edredon, e sim, porque não dizê-lo tambien, a minha fofíssima almofada de campismo de penas (ah caralho!! eu trato-me bem!!)... Gaja que é gaja traz apenas o estritamente necessário, e nós apenas haviamos trazido uma amostra do nosso necessaire!!! Esperamos pois, cá fora, alapadas no passeio e em plena gargalhada imaginando as fuças do Rafa e do Sardon ao chegarem e se depararem com a nossa humilde cota parte que ocuparia UM único carro para 5 pessoas.... Hilariante, uma vez que o Rafa havia jurado a pés juntos que a mala do carro dele era «enorme», suportava 800 Litros... Ora nem eu nem a Jessica quisemos baixar a fasquia e se 800L não eram só nossos, pouco faltou!!

Eis enfim que chega a leal carroça para embarcar as aves raras (nóis!) e depois de muita risota tentando empacotar o nosso necessaire em todos os espaços que haviam livres ( e não livres também!!), lá engatamos no chaço e no meio de tanta tralha tentamos ( e foquem o TENTAR, porque do tentar ao conseguir foi um filme de meia-noite!!) seguir viagem...

Próxima paragem: Encher o bucho ao carro... Tá toda a gente a contribuir com carcanhol para alimentar a gasosa e já Jéssica Soraya começa a ter comportamentos esquisitos (bom, mais ainda do que o habitual!!) em plena gasolinheira... Já não bastava a humilhação de parecermos uma comunidade cigana dentro daquele carro cheiiiinho de tralha e gente amassada e ela começa para lá a grunhir qualquer coisa do Leitão e beijinhos e não sei que mais.... Uiiii! Fui aos arames!! «Não há cá beijo para ninguém caralho!!! Daqui é seguir para Vila do Conde fodasse!! Em frente, marche!!»... Não percebi o amuo, mas não dei mais importância...

Paragem seguinte: Ir buscar o Clérigos à Estação da Sra da Hora. O que vale é que, este humilde jovem, pode ter 1,90m e ocupar algum espaço num carro já de si com falta dele, mas ao menos o seu necessaire era realmente uma mochilinha e a sua mini-tenda, o que uma vez sentado num espacinho algures no banco de trás, acondicionou as suas tralhas em cima dele próprio... Mal espaço havia para respirar!!! E mais uma vez, Jéssica grunhe qualquer coisa... Bem, deste vez o meu fodasse foi mais alto e continuamos no seguimento do nosso rosário... Ainda muito faltava fazer até sairmos de Matosinhos...

Novamente paramos para eu ir buscar o muy prezado camping gás, sem ele, nada seria igual, e está a andar de raspão para Leça, para sim, finalmente ir buscar a minha tenda... Imaginem só o tamanho do nosso (meu e da Jéssica) necessaire... Ainda nem tenda tinhamos... Terrível!!
Lá conseguimos encontrarmo-nos com o Rui e feitas as trocas e a tenda acondicionada sabe-se lá onde, eu grunho « Vamos lá caralho, tá tudo?? Siga!!»... E pimba, Jéssica Soraya, qual feita lapa, agarra-se ao Rui, e aqui vai disto: «Ai não vás já embora», «Fica mais um pouco, não te vejo à tanto tempo»... Ora quem me conhece pode imaginar o meu olhar canino ao ver aquele cena saída duma novela mexicana!!! Já me estava a dar o TILT quando eu finamente percebo o porquê daquela merda toda: TMN e Leiton haviam conseguido arranjar tudo em segredo para me acompanhar nesta fodibilíssima jornada!!! Fiquei em puro extâse!!! Mandei um filho da puta de um berro quando os vi, caralho, ia-me saltando um pulmão!!! «VOCÊS AFINAL TAMBÉM VEM??? WOOOHOOOOOO!!!!»
E depois de muita emoção, o momento foi bonito, momento Kodak, só visto! Lá seguimos FINALMENTE viagem até Vila do Conde em busca do Parque de Campismo de Árvore...


Fim do Primeiro Capítulo...




3 comments:

Jéssica Sóraya said...

AINDA TAMOS NA VIAGEM???? JASUS!!!!

TMN said...

E MAI NADA...o TMN as vezes tem destas cenas...

Fallen said...

Caralho!! Ou as coisas se contam ou ficam enterradas para sempre.. Achei por bem botar tudo cá para fora!!!kakakakaka